Não era mais uma menina com um livro: era uma mulher com seu amante. —Clarice Lispector
I'll Be There, Forever
HOME SOCIAL SPIRIT -- FOLLOW ME ASK 02
A implicância é uma declaração de amor.
Fabrício Carpinejar. (via lovucky)
Porque eu te amo, em todas as línguas do Google Tradutor.
— futurasuicida (via futurasuicida)
não sou psicóloga, mas consigo traçar de longe seu perfil de vadia.
Se soubesse o peso das palavras daria mais valor ao silêncio.
Desconhecido.   (via relevoar)
Como quer que eu diga que morreria de amor por você? Não posso, afinal eu vivo por e para amar você. Quer que eu morra? Me deixe sem o seu amor.
Um Menino Sofredor.   (via futurasuicida)

docinhodechocolate:

image

No meu primeiro dia eu ganhei um seguidor, e ainda era uma amiga minha

image

E se eu morresse agora? Eu não andaria mais pelas ruas da cidade, não pegaria mais aqueles ônibus e não sorriria para alguns estranhos simpáticos. Eu não atenderia os telefonemas dos meus pais, nem responderia as mensagens de texto dos meus amigos. Eu não iria mais encontrar com as pessoas com quem estudo, não tiraria mais dúvidas com os professores e não sairia para comer na loja de conveniência que fica perto do meu prédio. Ninguém jamais voltaria a ouvir uma só palavra minha, e as músicas que tocarão nas rádios causariam angustia para quem já as ouviu de mim. Ninguém voltaria a presenciar meus ataques de risos espontâneos, e o som da minha gargalhada se calaria para sempre. Nunca mais poderia eu reclamar da vida, do que me falta e do que me faz mal. Alguém de repente passaria a apreciar os meus surtos? Irá alguém dizer que preferiria mil vezes me ouvir reclamar a presenciar o barulho do meu silêncio? Depois de uma semana, quando passarem em frente a minha casa, lembrarão que foi ali que vivi? Lembrarão de mim?
Casebre.    (via clarificou)

FUTURASUICIDA ©